Arquivo da categoria: Pensamentos

>Jesus, as obras boas ou más que fazemos determinam a nossa salvação?

>

Hoje tive um sonho fantástico! Sonhei que estava conversando com Jesus. Ele, sempre atencioso e sorridente, demonstrava um grande amor por mim.

Num determinado momento da conversa, lembro que fiz uma pergunta: “Jesus, as obras boas ou más que fazemos determinam a nossa salvação?”. Jesus sorriu, e com um terno olhar me respondeu: “O que determina a salvação do mundo inteiro é o meu sangue derramado na cruz! As obras influem? Não! São consequências, atitudes de quem é muito amado e deseja retribuir tamanho amor!”

Depois dessa resposta acordei. Acordei de uma noite tranquila e restauradora. Acordei para a vida, e percebi que tudo o que faço ainda é pouco… não para garantir minha salvação, ou levar outros à salvação… mas para corresponder a esse imenso amor que me é oferecido gratuitamente, e levar mais e mais pessoas a abraçarem essa graça e retribuí-la com amor sincero e abundante.

>Visita

>

Deus esteve aqui.
Chegou quando o Sol ainda dormia
e me confidenciou algumas mudanças
na ordem da minha vida.
Sua beleza era tão intensa
que resolvi não discordar.
Sua voz suave fora tão convincente
que preferi ouvir sem interrompê-lo.
Depois, sentou-se à mesa da minha cozinha, 
bebeu uma xícara de café,
elogiou o sabor e se foi, 
quando eu ainda observava
o seu jeito de sorrir pra mim.

Pe Fábio de Melo, Tempo: saudades e esquecimentos

>O cristão é exemplo mesmo sem o querer…

>


“Ainda que os teus passos pareçam inúteis, vão abrindo caminhos, como a água que desce cantando da montanha. Outros te seguirão…”  (Saint-Exupéry)

>Sinceridade

>

“Seja sincero consigo mesmo. Não altere o seu comportamento apenas para contentar os outros.”
Yogaswami

>Da pátria celeste ao mundo…

>

“Quando um emigrante se transfere para países longínquos, sem dúvida adapta-se ao novo ambiente, mas leva para lá os próprios usos e costumes. Quando o Verbo de Deus se fez homem não deixou de se adaptar ao modo de viver do mundo, e foi criança e filho exemplar, homem e trabalhador, mas trouxe o modo de viver de sua pátria celeste e quis que homens e coisas se recompusessem segundo a lei do Céu: o amor”.

(Chiara Lubich)

>Porto Princípie… O que restou?

>



“Por que é que Deus nega uma saída
ao homem que já não vê sentido para o seu caminho?
Em vez de comida, só me aparecem lágrimas;
servem-me gemidos em vez de água para beber.
Aquilo que eu tanto temia caiu sobre mim,
o que me aterrorizava aconteceu-me.
Não tenho sossego nem repouso;
vivo sem descanso, entre sobressaltos.

Caiu sobre mim o terror,
todo o meu corpo se transiu de medo.
O vento bateu no meu rosto
e todos os meus cabelos se puseram em pé.
Estava na minha frente, mas não o reconheci;
era como uma imagem diante de mim, em silêncio.

Grita, para ver se alguém te responde!
Para qual dos santos te vais voltar?
Pois a injustiça não nasce da terra
nem a miséria brota do chão.
É do próprio homem que nasce a miséria,
como centelhas a saltar do fogo e voando pelo ar.

Se fosse eu, voltava-me para Deus
e contava-lhe as minhas preocupações.
Ele faz maravilhas insondáveis
e prodígios que não têm conta.
Dá a chuva à terra,
manda a água para regar os campos;
faz levantar os humildes
e dá segurança aos aflitos…”

(Livro de Jó 3, 23 – 26; 4, 14 – 16; 5, 1 e 6-11)




O texto parece descrever o que vemos estampado na mídia:

Tragédias e mais tragédias, mortos e mais mortos…
O homem que brinca de Deus reconhece a força da natureza
Pena que tarde demais…
Cidades inteiras destruídas,
milhares de corpos espalhados pelas ruas…
Homens e mulheres, ricos e pobres,
negros, brancos, crianças ou adultos…
todos num mesmo patamar de medo, de tristeza.
Olhares perdidos no horizonte… Para onde ir? Nada restou
Tudo são ruínas… Por onde recomeçar? Quem restou?
No meio de tanta dor e aflição, o que ficou foi a Fé!




Fé: “Firme fundamento das coisas que se esperam

e prova das coisas que não se vêem.” (Hb 11, 1)

>São Pio, rogai por nós!

>

“Quando te encontrares diante de Deus, na oração considera-te banhado na luz da verdade, fala-lhe se puderes, deixa simplesmente que te veja e não tenhas preocupação alguma”.

“Imitemos o Coração de Jesus, especialmente na dor, e assim nos conformaremos cada vez mais e mais com este coração divino para que, um dia, lá em cima no Céu, também nós possamos glorificar o Pai Celeste ao lado daquele que tanto sofreu”.

>Consumir-se pela Salvação das Almas!

>

“Sabendo que neste instante há almas que estão em perigo de perder-se… dou-lhes tudo o que possuo, e ainda não encontrei um momento para dizer-me: agora vou trabalhar para mim”

Santa Teresinha de Lisieux

>Madre Tereza de Calcutá – A Vida

>“A vida é uma oportunidade, aproveite-a…
A vida é beleza, admire-a…
A vida é felicidade, deguste-a…
A vida é um sonho, torne-o realidade…
A vida é um desafio, enfrente-o…
A vida é um dever, cumpra-o…
A vida é um jogo, jogue-o…
A vida é preciosa, cuide dela…
A vida é uma riqueza, conserve-a…
A vida é amor, goze-o…
A vida é um mistério, descubra-o…
A vida é promessa, cumpra-a…
A vida é tristeza, supere-a…
A vida é um hino, cante-o…
A vida é uma luta, aceite-a…
A vida é aventura, arrisque-a…
A vida é alegria, mereça-a…
A vida é vida, defenda-a…”


“A pior calamidade para a humanidade não é a guerra ou o terremoto. É viver sem Deus. Quando Deus não existe, se admite tudo. Se a lei permite o aborto e a eutanásia, não nos surpreende que se promova a guerra!”

>Sacralizar

>

“A Terra repleta de Céu,
e cada arbusto comum incendiado com Deus,
mas só aquele que vê tira os sapatos;
Os outros se sentam ao redor e colhem amoras.”
Elizabeth Barrett Browning